sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Apresentação Doclisboa'12



Teve lugar na manhã de ontem na Culturgest em Lisboa, a segunda conferência de imprensa de apresentação da 10ª edição do Doclisboa'12. Susana de Sousa Dias, Cinta Pelejà, Cíntia Gil e Ana Jordão, responsáveis pela direcção do festival, e Augusto M. Seabra programador associado, apresentaram a programação do Doclisboa, sublinhando que o festival foi feito num quadro de crise económica e social, reflectindo-se por isso na programação e na produção do festival. 

Ainda assim este ano houve uma aposta no cinema nacional, dos 186 filmes em exibição, 68 são produções nacionais, que vão atravessar as diferentes secções do festival, tendo sempre como objectivo dar visibilidade aos jovens cineastas. Destes 68 filmes portugueses, nove longas-metragens e oito curtas-metragens estarão em competição nacional.

Um filme nacional terá honras de abrir o Doclisboa'12, A última vez que vi Macau, de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, abrirá o certame no dia 18 de Outubro. O festival encerrará no dia 28 de Outubro com o filme italiano Cesare Deve Morire, de Paolo e Vittorio Taviani, vencedor do Urso de Ouro na última edição do Festival de Berlim.

Serão apresentadas nesta edição três novas secções: Cinema de Urgência, sobre o aumento de pessoas que documentam a realidade social e política, Verdes Anos, sobre os filmes produzidos em contexto de escolas de cinema e comunicação, e Passagens, sobre o cinema que é exibido nos museus e a entrada do documentário na arte contemporânea.

Este ano serão duas as retrospectivas, uma delas dedicada à realizadora belga Chantal Akerman, que questiona a relação do documentário com outras artes, a realizadora terá direito a uma retrospectiva integral do seu trabalho, numa parceria ente o Doclisboa e a Cinemateca Portuguesa. A outra retrospectiva, United We Stand, Divided We Fall será focada no cinema colectivo e será comissariada por Federico Rossin.

A 10ª edição do Doclisboa, decorre de 18 e 28 de Outubro e ocupará vários espaços da cidade de Lisboa: Culturgest, Cinema Londres, Cinema São Jorge, Cinemateca Portuguesa,  Carpe Diem Arte e Pesquisa, Galeria Palácio Galveias e LuxFrágil.

Sem comentários:

Enviar um comentário